Valéria Pinheiro

23/10 | 20h | Teatro Dragão do Mar, CDMAC – Fortaleza
26/10 | 19h | Teatro Patativa do Assaré, Sesc – Juazeiro do Norte
ANO DE 
CRIAÇÃO
2022
DURAÇÃO
55 min
CLASSIFICAÇÃO
INDICATIVA
livre

Touro (Bull)

Um território, muitas dores, um corpo cibernético, uma dança que insiste em reiniciar, um endereço fixo e várias histórias, vestidas de sonhos, ou seriam dores? Serão alegrias?O acúmulo de perdas e sonhos, desenfreados, na mente e no coração. No encontro apaixonado com algumas referências, sobretudo mulheres e em especial mulheres da região do Cariri, da zona rural e de Juazeiro do Norte, cidade natal, surge o interesse pela ancestralidade e sua forma feminina, como forma de andar e como modo de existir. 
Que corpo é capaz de suportar tanta dor, e ainda assim seguir? Um corpo-labirinto, capaz de habitar com seus medos, de cantar para eles, de colocar-se diante do abismo. 
Hoje um corpo cibernético, que feito TOURO, insiste em abrir espaço, quer dançar.Eis aqui uma mulher que refaz suas trilhas, e que segue tatuada de cicatrizes. Um corpo fragmentado e cheio de dores, um corpo que demarca e sedimenta todos as trajetórias. Um corpo que parece pedir para parar, mas, ainda assim, um corpo que insiste em dançar!São 63 anos e trilhas vestidas de cicatrizes e memória!

Direção, Dramaturgia e Design de Luz Vinícius Oliveira | Direção de produção, argumento e Interprete Criadora Valéria Pinheiro | Direção de Arte Rodrigo Frota | Figurinistas associados Ricardo Bessa e Claudemir | Direção Musical e Trilha original Wesley Santana | Direção de Fotografia Marcelo Paes de Carvalho | Música original Luana Florentino | Músicos Wesley Santana e Rômulo César | Produção executiva Jeferson Vieira | Assistente de Produção Arlet Almeida

Valéria Pinheiro é coreógrafa, performer, atriz, brincante e gestora cultural. Em 1994 fundou a Cia de Brincantes Valéria Pinheiro no Rio de Janeiro e em 2000 fundou sua própria empresa, a Cia Vatá, com órgãos e pesquisas genuinamente cearenses. Com 25 peças coreográficas em seu repertório, atuou em diversas colaborações : NY e Chicago nos EUA (Tap Extravaganza, Global Rhythm – 1999, 2000, 2003, 2005 e 2006), Debressen na Hungria - International Flower Festival – 2009, Canadá com DJD (Decidedly Jazz Dance Work – 2015), Japão com Kaitasha 2007, Africa (Cabo Verde 2009 e 2012) e Marrocos 2017.  Conquistou diversos prêmios nas instâncias municipal, estadual e federal brasileira. Atua no cenário artístico brasileiro nas áreas de dança, espaço cênico, teatro, música e performance desde 1983.

VOLTAR