MovimentarCE

Companhia da Arte Andanças

Ceará
2016 | 45 min | 14 anos

Devoração

23/10 | 14h | Teatro B. de Paiva/Porto Dragão - Fortaleza
...

A principal questão que nos mobiliza neste trabalho: O que é próprio do resistir? Qual a potência do corpo que resiste? Não queremos esquecer que suportar o desassossego tem a ver com superar a indiferença, a anestesia de um mundo de excessos vazios, a paralisia dos corpos dóceis.Pontas de experiências, distantes e distintas, nos territórios mais diversos, nos falam de uma mesma capacidade de reinvenção: re-existir. Numa Fortaleza tão frágil, esse trabalho é uma pergunta: Como permanecer fortes?

Esse projeto foi contemplado com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2014 e pelo XI Edital de Incentivo às Artes 2016 0 Dança, da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará

Direção e composição coreográfica Andréa Bardawil Intérpretes-criadores Sâmia Bittencourt, Aspásia Mariana e Wellington Gadelha Assistência de produção e acompanhamento de ensaios Luisa Bessa Figurino Ruth Aragão Design Gráfico Diogo Braga Produção Pavilhão da Magnólia Foto Paulo Amoreira

A Companhia da Arte Andanças iniciou seus trabalhos em 1991, completando 25 anos existência em 2016, com o projeto Devoração. Ao longo desse tempo, desenvolveu vários espetáculos e projetos, transitando por vários espaços de Fortaleza e do Brasil, sendo um dos grupos fundadores do espaço Alpendre - Casa de Arte, Pesquisa e Produção, onde residiu por 13 anos. Tem uma trajetória marcada por uma pesquisa de linguagem que se constitui na interface com outras linguagens e no forte interesse pro projetos colaborativos.

VOLTAR

Redes Sociais